Você está lendo:
Santos aumenta sina do São Paulo e avança à 7ª final seguida
0

Santos aumenta sina do São Paulo e avança à 7ª final seguida

by newsmtabril 20, 2015

Na Vila, Santos dominou São Paulo e só levou pressão nos minutos finais para eliminar (mais uma vez) rival do Campeonato Paulista

É Campeonato Paulista ? Tem Santos na final. Na noite deste domingo, o time alvinegro encarou o São Paulo e, pela quarta vez em seis anos, eliminou o rival, que não vence a competição desde 2005, em uma semifinal do torneio estadual. A vitória de 2015, por 2 a 1, veio com domínio do Santos e pressão são-paulina apenas nos dez minutos finais. A partir do fim de semana que vem, a equipe santista decide com o Palmeiras o Estadual – será a sétima final consecutiva do time da Baixada Santista. Veja todos os detalhes do jogo aqui.

O clube da Vila Belmiro não só aumentou a sina do São Paulo no próprio Paulista quanto a em clássicos no ano: em cinco jogos, o time agora comandado por Milton Cruz não venceu nenhum. Pior: fez apenas um gol, justamente o deste domingo. Na próxima quarta, tem “decisão” contra o Corinthians , no Morumbi, pela Libertadores , em que uma vitória garante a vaga.

 Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press
Santos comemora mais uma vaga para a final do Campeonato Paulista

Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press

O equilíbrio marcou o primeiro tempo do clássico na semifinal. Com a posse de bola dividida, o Santos dava as pontadas mais perigosas com trabalho para Rogério Ceni, mas viu o São Paulo manter o duelo sob controle. Até, no entanto, uma jogada individual de Geuvânio, que partiu do campo de defesa após o ataque tricolor perder bola e, sem ser parado, abriu o placar.

Com Luís Fabiano na vaga de Paulo Miranda, Milton Cruz tentou ousar para conseguir a classificação. Apesar de o São Paulo ter mais a bola no pé nos primeiros momentos, o Santos continuava com o frio domínio do jogo. Quem se destacava era o ótimo Lucas Lima, com dribles e lançamentos precisos.

Ricardo Oliveira saiu duas vezes na cara de Ceni, mas perdeu ambas, com uma na trave. Na terceira, não teve jeito: cara a cara com Rogério, Chiquinho tocou de lado e o artilheiro só empurrou para o gol. O time da Vila Belmiro diminuiu o ritmo no fim e ainda levou gol de Luís Fabiano, impedido.

PAULISTA 2015SEMIFINAL
SFCSantos2
1São PauloSPFC-U
  • Geuvânio 34 ‘ (1T)
  • Ricardo Oliveira 30 ‘ (2T)
  • Luís Fabiano 40 ‘ (2T)
DOM 19/04finalizadoVila Belmiro

Santos 1 x 0 São Paulo – 35min do segundo tempo
Geuvânio arrancou do setor defensivo, passou por dois marcadores e finalizou da entrada da área. A bola entrou no canto direito de Rogério Ceni.

Santos 2 x 0 São Paulo – 30min do segundo tempo
Chiquinho recebeu passe na área e rolou para o lado. Ricardo Oliveira, sem marcação, tocou para o fundo das redes.

Santos 2 x 1 São Paulo – 47min do segundo tempo
Luís Fabiano recebeu em posição duvidosa e diminuiu.

Que sina, hein, São Paulo?

 Foto: Marcos Bezerra / Futura Press
Alexandre Pato não conseguiu se destacar na Vila Belmiro

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Sem vencer um Campeonato Paulista desde 2005, o São Paulo tem convivido com uma sina complicada. A equipe foi eliminada nas semifinais da competição, que voltou a ter formato de mata-mata em 2007, nos anos de 2007 a 2013 – em 2014, foi eliminado pelo Penapolense nas quartas. Pior! O Santos é um dos principais algozes são-paulinos: tirou o time tricolor na semifinal em 2010, 2011 e 2012, além deste ano.

Paulista sem Santos na final não é Paulista. E coincidência vai dar certo?

 Foto: Marcos Bezerra / Futura Press
Robinho e Ganso se reencontram em duelo na Vila Belmiro

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

O Santos alcançou, com a eliminação são-paulina, uma marca incrível: avançou à sétima final seguida do Campeonato Paulista, marca que começou no ano de 2009. E ainda pode vir uma coincidência por aí: nos anos em que venceu o São Paulo na semifinal, foi campeão. Será que acontece de novo?

Geuvânio ou Messi?

 Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press
Geuvânio abriu o placar para o Santos

Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press

Autor do primeiro gol do jogo, Geuvânio teve um momento de Messi não apenas no gol, em que demonstrou grande domínio de bola e ótima finalização. Pouco após abrir o placar, o atacante se sentiu mal em campo e chegou a vomitar no gramado. Lembrou um certo argentino que já fez o mesmo em algumas oportunidades pela seleção e pelo Barcelona?

De novo, Raphael Claus?

Lembra de Petros empurrando o juiz Raphael Claus na Vila Belmiro após ser atrapalhado pelo árbitro, em lance que terminou com punição do STJD? Pois de novo o árbitro ficou mal posicionado em um lance no estádio. No início do segundo tempo, Claus “desarmou” Denilson, em jogada que por muito pouco não terminou em gol de Ricardo Oliveira. Acorda, juizão!

Fonte: Do Terra

Publicada por: Hueliton Mendes

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?