Você está lendo:
Seduc promove curso de capacitação na área de astronomia em 12 escolas
0

Seduc promove curso de capacitação na área de astronomia em 12 escolas

by Radio Tangarámarço 13, 2020

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em parceria com a Agência Espacial Americana (Nasa), promoverá curso de capacitação na área de astronomia para 60 profissionais da educação da rede estadual. O curso ocorrerá na próxima quinta-feira (12) e sexta-feira (13) no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.

A iniciativa faz parte do Projeto Jornada nas Estrelas, que vai beneficiar 12 escolas pilotos da rede estadual, sendo 11 de Cuiabá e uma de Chapada dos Guimarães. Participam da capacitação diretores das 12 escolas, além de assessores pedagógicos e formadores do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro) de Cuiabá.

A capacitação será realizada pelo professor doutor Patrick Miller, da Universidade de Hardin-Simmons, no Texas, Estados Unidos.  Miller vai abordar a importância de levar a astronomia até as escolas e também sobre o caça-asteroides – um programa de pesquisa ligado à Nasa para fazer descobertas astronômicas.

O Projeto Jornada nas Estrelas trabalhará com os fundamentos da astronomia aplicados de forma interdisciplinar para o fortalecimento do ensino-aprendizagem.

A parte prática do projeto será em parceria com a Nasa que tem como representante a professora de matemática Silvana Copcesk, da Escola Estadual Ramon Sanches, de Tangará da Serra.

A Nasa entra com o Projeto Caça Asteróides no qual o professor faz um cadastro no Instituto Internacional de Pesquisa Astronômica (IASC). Ao entrar no site do IASC, o professor tem a sua disposição um programa que transmite imagens da Nasa do espaço sideral em tempo real.

A partir de aulas teóricas sobre asteroides, os alunos participam da busca de asteroides, num verdadeiro videogame virtual. Ao localizar o asteroide, o aluno pode registrar o nome que será confirmado pela Nasa.

Primeira Mulher

Silvana é a primeira mulher de Mato Grosso a conhecer a Nasa, em setembro de 2016 e, nessa época, surgiu o caça-asteroide. Na ocasião, ela acompanhou a aluna Maria Gisllany Bezerra da Silva, 18 anos, que ganhou o concurso de redação promovido pela agência espacial tendo a professora como orientadora.

Atualmente, Silvana é única brasileira participante do IASC. Na página dos colaboradores, Silvana é definida como graduada em Matemática e pós-graduada em Metodologia e Física de Ensino de Matemática.

About The Author
Radio Tangará