Você está lendo:
SEM GIOVANNI: Gian diz que precisa continuar a cantar: "Não tenho nenhuma formação profissional"
0

SEM GIOVANNI: Gian diz que precisa continuar a cantar: "Não tenho nenhuma formação profissional"

by newsmtjaneiro 13, 2015

Músico agora se apresenta ao lado do cantor Giuliano, que assume a primeira voz.

Após a conturbada separação do irmão Giovani, Gian anunciou que seguirá carreira ao lado de Giuliano. O segunda voz fez a revelação via Instagram na primeira semana de janeiro.

Giuliano tem 17 anos de estrada e já participou das duplas Max e Capela e João Lucas e Leo. A tarefa de substiruir Giovani é vista com um desafio para o músico, que foi apresentado a Gian por Gabriel, da dupla com Zé Henrique.

— Eu estava sem parceiro e o Gian também. Cantamos juntos sem pretensão e nossas vozes combinaram. Resolvemos ensaiar para ver se conseguíamos formar uma nova dupla e rolou.

Essa parceira veio em bom momento para Gian. Após a separação do irmão, ele pensou em desistir da música e mudar para outro país.

— Não queria mais trabalhar com música. Pensei em passar um tempo fora, para conhecer novas culturas. Mas não tenho nenhuma formação profissional e não posso dizer que conseguiria me manter apenas com o que ganhei até hoje. Para o meu padrão de vida, precisoo continuar a cantar. É difícil um artista da minha geração conseguir viver sem a realização de shows.

Um dos amigos que incentivou Gian foi Zezé di Camargo, que esteve envolvido nas discussões que levaram o músico a sofrer um AVC e a se separar de Giovani. À época, Zezé chamou a esposa de Gian, Tati Moreto, de destruidora de lares no Instagram.

— Aquilo foi um mal entendido. Depois fui à casa dele e conversamos por mais de quatro horas. Resolvemos nossas diferenças e nos acertamos. Ele e Gilberto Barros foram as pessoas que mais deram conselhos para que eu continuasse na música.

Apesar das discussões públicas com o irmão terem levado ao fim da dupla, Gian garante que não guarda mágoas de Giovani. O músico explicou ainda que o primeira voz pretendia acabar com a dupla há anos.

— Ele sempre teve vontade de seguir sozinho. Mais cedo ou mais tarde iria acontecer. Era inevitável. Espero que dê tudo certo para ele e para mim. O rompimento que aconteceu foi apenas profissional. Nosso relacionamento afetivo continuará bem, se Deus quiser.

A dupla cumpriu todos os contratos pendentes que ainda mantinham. O último show, porém, será em 7 de fevereiro. Após essa apresentação, Gian vai tocar exclusivamente com o parceiro Giuliano. A nova dupla vai gravar EP com produção de Pinocchio e músicas de autoria de Giuliano, que também é compositor.

—Gian é do bem. O clima está ótimo entre nós. Sempre fui fã da dupla. É um sonho sendo realizado.

Fonte: DO POP

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?