Você está lendo:
'Só querem puxa-saco lá dentro para falar bem e falar bem'' diz Janaina
0

'Só querem puxa-saco lá dentro para falar bem e falar bem'' diz Janaina

by newsmtagosto 11, 2015

A deputada estadual Janaina Riva (PSD) denunciou na manhã de hoje uma manobra dentro da Assembleia Legislativa para “incriminar” seu pai, o ex-deputado José Riva (PSD), naas denúncias de desvio de recursos do poder para compra de materiais de expediente e de papelaria. As denúncias contra o ex-presidente da Assembleia culminaram com a “Operação Imperador” e resultou na prisão de Riva por 123 dias no Centro de Custódia de Cuiabá no primeiro semestre deste ano.

De acordo com Janaina, servidores da Assembleia estão denunciando que está havendo o recolhimento de impressoras com intuito de prejudicar a administração passada. Entre as fraudes apontadas pelo Gaeco (Grupo de Ação e Combate ao Crime Organizado) na gestão de Riva está a compra exagerada de cartuchos e tonners para impressora, sendo incompatível com o número de equipamentos existentes na sede do parlamento. “É uma hipocrisia. Isso aí é para fazer politicagem em cima da gestão passada da Assembleia”, declarou a deputada em entrevista a Rádio CBN Cuiabá (AM 590).

A deputada ainda denunciou que o poder legislativo está sofrendo com a falta de materiais básicos como água, café, copos e serviços de limpeza. Além disso, foram cortados benefícios aos servidores, como a alimentação daqueles que prestam serviços nas sessões realizadas no período noturno. “Se está sobrando dinheiro, porque é que não dá o lanche daqueles que estão trabalhando no período da noite na Assembleia”, colocou num questionamento em relação a decisão da Mesa Diretora em devolver R$ 20 milhões ao poder Executivo.

A filha do ex-presidente da Assembleia declarou que as medidas tomadas pela Mesa Diretora estão enfraquecendo as ações do legislativo, principalmente no interior do Estado. “A população de Mato Grosso já notou que a Assembleia não é mais a mesma e não tem a força que tinha antigamente”, frisou.

PUXA-SACOS

Outro ponto criticado pela deputada é a subserviência dos deputados da base ao poder Executivo. Segundo ela, a postura enfraquece a independência do Legislativo mato-grossense. O mesmo comportamento, segundo a deputada, ocorria nas gestões anteriores. “Com uma diferença, o deputado de situação antigamente conseguia fazer críticas a administração sem retaliação”, argumentou.

Janaina citou o exemplo do deputado Emanuel Pinheiro (PR), que teve suas indicações no executivo exoneradas por conta de críticas a atual gestão e hoje “é visto como inimigo do Governo”. “Só querem puxa-saco lá dentro para falar bem e falar bem. Já cheguei a ver deputado que criticou na tribuna e depois teve que pedir desculpas”, assinalou.

Uma das líderes da oposição, a social democrata expressou que não tem acesso aos secretários para encaminhar as demandas que recebe da população. Por conta disso, ela intensificará as críticas e as denúncias que tem recebido. “Se não sou respeitada pela gestão como parlamentar, vou pelo menos ser respeitada pelo povo com minha postura crítica”, disparou.

Fonte: folha max

About The Author
newsmt