Você está lendo:
Sorriso: autor de homicídio em Nova Ubiratã é preso no Hospital Regional
0

Sorriso: autor de homicídio em Nova Ubiratã é preso no Hospital Regional

by newsmtmarço 16, 2016

Vítima foi perseguida e esfaqueada por dois homens após briga em festa

Um homem acusado de participação em um homicídio registrado em Nova Ubiratã teve o mandado de prisão cumprido. Na manhã de hoje (16), o delegado Pablo Borges Rigo concedeu entrevista coletiva de imprensa para explicar o caso.

O acusado Cleiton da Silva Sousa, 25, foi identificado nas investigações da Polícia Judiciária Civil, e teve o mandado de prisão cumprido quando deixava o Hospital Regional de Sorriso, na segunda-feira (14).

O irmão e comparsa do suspeito, José Aroldo do Nascimento, 20, foi preso na segunda-feira, em uma abordagem da Polícia Militar.

Vítima esfaqueada

O crime aconteceu no domingo (13.03), no distrito Parque Água Limpa, a cerca de 90 quilómetros, do município de Nova Ubiratã. A vítima, Ricardo Patresio Galvão, 24, foi executada por pelo menos 10 golpes de faca, após se envolver em uma discussão em um bar do distrito.

Nas investigações, Cleiton e o comparsa José Aroldo foram apontados como autores do crime. Segundo testemunhas, a vítima tentou fugir, mas foi perseguido pela dupla em uma motocicleta.

Durante a fuga, a vítima perdeu a direção do veículo e colidiu contra um poste, momento em que os suspeitos aproveitaram para executar a vítima.

Logo após o crime, os suspeitos tentaram fugir, mas foram atropelados por uma caminhonete, que deixou Cleiton gravemente ferido. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Sorriso.

O suspeito José Aroldo foi preso, na manhã de segunda-feira (14), em uma abordagem da Polícia Militar, quando se preparava para deixar o município.

Ele foi conduzido a Delegacia de Sorriso e ouvido pelo delegado Pablo Borges Rigo. Com base nas informações do interrogatório, o delegado identificou Cleiton como o comparsa de José Aroldo no crime, e representou pela prisão preventiva do suspeito, decretada pela Justiça.

Na terça-feira, (15), Cleiton estava saindo de alta do hospital, quando teve a ordem judicial cumprida, pela equipe de investigadores da Delegacia de Sorriso. Ele foi interrogado e responderá pelo crime de homicídio.

Segundo o delegado, Pablo Borges Rigo, as investigações continuam para identificar o condutor da caminhonete que causou o atropelamento dos suspeitos.

“Se ficar confirmado que o acidente foi intencional, o condutor poderá responder por lesão corporal grave ou até mesmo por tentativa de homicídio”, destacou o delegado.

Confira a reportagem completa no Cidade Alerta, programa da TV Sorriso (Record), na edição de hoje.

Fonte:  Com Portal Sorriso MT

About The Author
newsmt