Você está lendo:
Suspeito de matar adolescente em Tangará tenta forçar a imprensa a não mostrar sua imagem e nem citar seu nome
0

Suspeito de matar adolescente em Tangará tenta forçar a imprensa a não mostrar sua imagem e nem citar seu nome

by Radio Tangaráagosto 17, 2020

A defesa de Renan Aparecido Ribeiro Andrade, 27 anos, preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) desde a tarde deste sábado, 15, após ser indiciado pela morte do trabalhador Victor Eduardo da Silva, de 17 anos, na noite de sexta-feira, 14, na avenida Brasil, em Tangará da Serra, com um tiro no peito, enviou um ‘termo de não autorização de imagem’ as redações dos sites de notícias da cidade.

“Venho através deste, solicitar que sejam retiradas quaisquer fotos ou frases que acompanham o nome do comunicante em relação ao fato ocorrido na sexta-feira 14/08/2020 por volta das 21h. Esse direito deve ser prontamente respeitado solicitado por qualquer pessoa, em respeito ao art. 20 do Código Civil (…)”, diz o documento recebido pelo Tangará em Foco.

O suspeito de homicídio, que é assistido por uma advogada, cita em sua defesa artigo do Código Civil e algumas jurisprudências que entende favorecer e justificar sua pretensão.

Ao longo deste domingo, 16, o Tangará em Foco recebeu inúmeras mensagens com textos e áudios intimidadores, onde é solicitado que o site retire foto e nome do acusado.

Em nota o Tangará em Foco lamenta o corrido, se solidariza com a família do jovem que foi assassinado e, em nome da liberdade de expressão e do direito constitucional de noticiar fatos absolutamente verdadeiros e de grande interesse social, deixa de atender o pedido do suspeito Renan e de sua advogada, a não ser que haja uma deliberação judicial.

Fonte/Tangará em Foco

About The Author
Radio Tangará