Você está lendo:
Tangará da Serra: Estado manda 22 caminhões-pipa para abastecimento emergencial

Tangará da Serra: Estado manda 22 caminhões-pipa para abastecimento emergencial

Ajuda foi solicitada à Secid devido ao problema da falta de água potável na cidade

estado-manda-22-caminhoes-pipa-para-abastecimento-emergencialA Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT), por meio da adjunta de Proteção e Defesa Civil, encaminhou 22 caminhões-pipa para atender o município de Tangará da Serra (a 250 km de Cuiabá). A prefeitura solicitou ajuda emergencial devido à falta de água potável para cerca de 80 mil habitantes. Visando sanar o problema em curto prazo, a Secretaria das Cidades deu início também a estudos para novos serviços de captações de água.

Os 22 caminhões-pipa de 10, 20 e 30 mil litros já foram encaminhados para a cidade nesta terça-feira (25.10). Já os estudos para atendimento emergencial do problema foram iniciados na manhã de segunda-feira (21.10), em Tangará, pela equipe da Defesa Civil estadual.

“Os caminhões vão ampliar a capacidade de distribuição de água no município. É uma ação mais humanitária e de emergência, já que o processo de decretação de emergência está em andamento. Os 22 caminhões serão coordenados pela Defesa Civil lá em Tangará, inicialmente levando água até as residências e depois para encher a ETA (Estação de Tratamento de Água) da cidade”, explicou o secretário adjunto de Proteção e Defesa Civil, tenente coronel BM, Abadio da Cunha.

Três possibilidades são estudadas pela equipe técnica de saneamento da Secid, juntamente com a Secretaria Municipal de Água e Esgoto de Tangará da Serra, para sanar emergencialmente o problema: perfuração de poços na área urbana, construção de uma nova captação de água no Rio Sepotuba ou readequação da represa do Rio Queima Pé, que atualmente atende o abastecimento local, mas está com baixa capacidade para suprir a demanda.

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, se impressionou ao ver a agilidade da resposta da Secretaria de Estado das Cidades, via Defesa Civil. “O município de Tangará está fazendo um esforço sobre-humano, mas a nossa capacidade de resposta já estava se exaurindo. A presença do Governo do Estado é essencial para aliviar as necessidades da nossa população. Agradeço muito e fico emocionado e, ao mesmo tempo, feliz com essa contribuição”, enfatizou.