Você está lendo:
Taques acusa Dilma de prejudicar MT

Taques acusa Dilma de prejudicar MT

O Estado de Mato Grosso só deve receber a primeira parcela relativa ao Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) na segunda quinzena de outubro, já que a presidente Dilma Rousseff (PT) não sancionou o projeto de lei da Câmara que regulamenta o repasse.

Para o governador Pedro Taques (PSDB), Mato Grosso não pode ser penalizado pela incompetência do governo federal. Ao todo, o Estado tem a receber R$ 395 milhões, valor significativo e que ajudaria no caixa do Executivo. De acordo com Taques, a União não honrou com o que prometeu mesmo tendo conversado muito sobre isso.

“Já tivemos em mais de uma oportunidade reunidos com representantes da Secretaria do Tesouro Nacional. E esse trabalho de convencimento foi necessário já que Mato Grosso vem ajudado muito o Brasil e o Brasil precisa ajudar mais Mato Grosso”.

O governador ainda ressaltou que a União não pagou 2014 e não pagou 2015 e, ao invés de Medida Provisória, apresentou projeto de lei que segundo ele demorou mas acabou sendo aprovado. “Não podemos aceitar e ser omissos”, completou Taques.

Fonte: Gazeta Digital