Você está lendo:
Taques diz que vai adequar proposta ao Plano de Governo
0

Taques diz que vai adequar proposta ao Plano de Governo

by newsmtoutubro 23, 2014

Governador eleito visita deputados para “agradecer” retirada da LOA da pauta do Legislativo

O governador eleito Pedro Taques (PDT) afirmou que as possíveis mudanças na Lei Orçamentária Anual (LOA) devem ser propostas “o mais rápido possível” por sua equipe de transição, liderada pelo prefeito licenciado de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), Otaviano Pivetta (PDT).

Ele visitou os deputados estaduais, na manhã desta quinta-feira (23), para agradecer a retirada do documento da pauta do Legislativo.

“Nós solicitamos e os deputados entenderam da necessidade de retirada dos projetos da LOA para que possamos fazer uma análise. Assim que esse trabalho for concluído, a Lei deve ser remetida o mais rápido possível, porque nós precisamos garantir a continuidade nos serviços públicos”, afirmou.

Segundo Taques, as mudanças devem buscar atender às propostas apresentadas em seu programa de Governo, durante a campanha eleitoral.

“A nossa equipe técnica está analisando e conversará com a equipe da Assembleia Legislativa, para que todos possam votar da melhor forma possível. A ideia é que possamos concretizar os compromissos assumidos na campanha eleitoral”, disse.

O governador eleito, no entanto, afirmou que as mudanças na LOA estarão de acordo com a realidade econômica brasileira.

“Temos que entender que o ano que vem não será fácil. Os indicadores macroeconômicos internacionais revelam que Mato Grosso não terá um ano maravilhoso, e esse entendimento tem que ser refletido nos projetos orçamentários. Porque a LOA não pode ser uma peça de ficção, tem que ser baseada na realidade econômica”, disse.

“A equipe técnica está analisando e, depois que me mostrar o resultado da análise, eu vou conversar com o governador Silval Barbosa e com os deputados a respeito das mudanças. Eles não sabem se terão emendas porque não sabem o que nós iremos alterar, e se será alterada alguma coisa”, afirmou.

Sem emendas

O presidente em exercício da Assembleia, Romoaldo Júnior (PMDB), afirmou que pretende dar a Pedro Taques o respaldo necessário para que ele consiga implantar as propostas de mudanças apresentadas.

“A Assembleia vai receber todos os seus pedidos e projetos para, antes da sua posse, analisarmos e, se for possível votar, para iniciar o seu mandato com o orçamento que ele vai redesenhar. Mas, principalmente, com o apoio da Casa, no sentido de fazer as mudanças que ele pretende”, disse.

O deputado lembrou, ainda, que irá encerrar o ano legislativo no dia 22 de dezembro e, por isso, pretende trabalhar para que os deputados não apresentem emendas à LOA.

“Vamos trabalhar junto com a equipe de transição no sentido de adequar o orçamento e trabalhar os deputados para não apresentarem emendas. Porque não adianta fazer um esforço concentrado lá e aqui os deputados emendarem o orçamento”, disse.

Transição governamental

Sobre a polêmica proposta de extinção e fusão de pastas, o governador eleito Pedro Taques afirmou que há “uma celeuma excessiva nas discussões”.

Entre as extinções mais comentadas está da Secretaria de Cultura.

Conforme organograma apresentado por Otaviano Pivetta, na semana passada, a ideia é de que a pasta seja “incluída” dentro de uma nova, a Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Regional (Secid), que também abarcaria outras pastas, como a de Turismo.

Taques irá se reunir. no próximo sábado (25), com a categoria, no Circo Leite de Pedras, no bairro Lixeira, em Cuiabá.

“Eu pedi que marcasse essa reunião e irei à reunião. Vejo tuda isso como burburinho. Mas todos têm direito a expressar suas opiniões. Fui eleito governador, não imperador do Estado, e vou conversar com as pessoas e saber a opinião de cada um”, disse.

“Mas quero dizer que, se tiver que cortar, eu vou cortar, quem decide é quem foi eleito. Tenho que ouvir as pessoas, mas, caso seja necessário tomar uma decisão de corte, isso será feito”, completou.

DOUGLAS TRIELLI/MIDIA NEWS

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?