Você está lendo:
“Temos que acabar com o quanto pior, melhor”, afirma ministro
0

“Temos que acabar com o quanto pior, melhor”, afirma ministro

by newsmtdezembro 4, 2015

“Temos que acabar com todas essas guerras e do quanto pior, melhor”.

A declaração é do ministro do Esporte, George Hilton, que, em visita a Cuiabá, defendeu o fim da crise política no Brasil, antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Para Hilton, a crise não pode afetar os jogos, dos quais Cuiabá irá participar na condição de uma das capitais que irão receber o revezamento da Tocha Olímpica.

“Nós temos um planejamento enorme no país, com obras de infraestrutura urbana, obras que apontam também para o desenvolvimento do agronegócio. Nós temos muitas coisas à frente e não podemos comprometer uma agenda tão positiva, como é o caso do esporte. Já que queremos nacionalizar as Olimpíadas e levar equipamentos esportivos para todo país”, afirmou.

A defesa do ministro veio um dia após o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), autorizar a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Participação de Cuiabá

Segundo George Hilton, Cuiabá também poderá ser uma das cidades a receber investimentos por conta das Olimpíadas.

“Nós temos um planejamento para entregar centros de iniciação esportiva. São locais adaptados para até 20 modalidades, sendo 13 olímpicas, 6 paraolímpicas e 1 não olímpica. A previsão é de que, até agosto, nas aberturas, esses centros sejam entregues em várias cidades do Brasil”, disse.

“Além disso, temos a pista de atletismo, que está sendo preparada na UFMT e servirá não somente aos atletas, mas também para eventos nacionais, internacionais e estará aberta à população que quiser fazer uso”, afirmou.

Durante o encontro com o ministro do Esporte, o governador Pedro Taques (PSDB) aproveitou para pedir que Cuiabá seja incluída entre as cidades em que poderão receber atletas que concorrerão nos jogos.

“Eu pedi ao ministro que, no COT da UFMT, onde está sendo construída uma pista de atletismo de padrão internacional, possamos receber uma prova, uma pré-olímpica, um meeting de atletismo, de modo a mostrar para o mundo que temos capacidade de organização”, afirmou.

“Nós estamos trabalhando bastante para concluir esse COT a tempo. Isso já está no Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), junto com o TCE. E, aliás, no dia 14, assinaremos outro TAG com o TCE. Será sobre a Arena Pantanal, levantando o que foi feito e quais medidas que temos que tomar”, completou o governador.

Fonte: Midia News

About The Author
newsmt