Você está lendo:
Tráfico de drogas está infiltrado nas torcidas organizadas, diz promotor
0

Tráfico de drogas está infiltrado nas torcidas organizadas, diz promotor

by newsmtabril 21, 2015

Ele disse ainda que passou da hora do governo tomar uma atitude em relação ao problema.

Para o ex-jogador e promotor Paulo Castilho, passou da hora do governo tomar uma atitude em relação às torcidas organizadas. Ele concedeu uma entrevista ao Jornal da Record, em que comentou a chacina que deixou oito mortos na sede do Pavilhão 9, no último sábado (18). A principal suspeita da polícia é que a chacina tenha acontecido por envolvimento com o tráfico de drogas.

Fábio Neves Domingos, 34 anos, seria o principal alvo dos bandidos. Ele estaria disputando um ponto de droga a 2 km da sede da torcida. Para a polícia, os demais morreram por estar na hora e no momento ‘errado’.

Segundo o promotor, as torcidas organizadas não têm o futebol como principal atividade há muito tempo. Enquanto o governo investe apenas em escolta policiais durante os dias de clássico, o tráfico de drogas banca os grupo.

— Algumas torcidas têm o crime organizado infiltrado. Eles se infiltram e fazem disso uma forma de ganhar dinheiro. Passou da hora do poder público tomar uma atitude em relação às organizadas no País.

As testemunhas contaram à polícia que dois homens foram responsáveis pelos disparos. Eles descreveram que os suspeitos eram loiros e estavam com o rosto sem máscaras.

A polícia disse que seis das oito vítimas morreram com um único tiro na nuca. Fábio foi alvo de mais disparos.

O delegado Luiz Fernando Lopes Teixeira afirmou, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (20), que a polícia segue a linha de investigação em que a chacina na sede da Pavilhão 9, torcida organizada do Corinthians, teria acontecido por causa de uma disputa por pontos de tráfico de drogas.

De acordo com Teixeira, nem todas as vítimas tinham algum tipo de envolvimento com o tráfico de drogas.O delegado afirma que já tem o apelido de dois suspeitos, que, em breve, serão identificados e chamados para depor. Por enquanto, Teixeira diz que prefere não dar mais detalhes para não comprometer as investigações.

Fonte: Do R7, com Rede Record

Publicada por: Hueliton Mendes

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?