Menu
Seções
Vazio sanitário do algodão é adiado para 1º de outubro
setembro 10, 2015 Destaque Banner

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) aPortaria nº 59/2015, que dispõe sobre a prorrogação da data para início do vazio sanitário do algodão. O período foi redefinido para 1º de outubro a 30 de novembro, totalizando 61 dias.

A medida leva em consideração a importância da cotonicultura na economia mato-grossense e atende a solicitação da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) nº 221/2015. O documento apontou o excesso de chuvas e a consolidação do plantio do algodoeiro em segunda safra como principais fatores para a extensão do ciclo da cultura na safra 2014/2015, o que ocasionou o prolongamento do ciclo vegetativo das plantas e consequentemente o retardo no processo de colheita.

O vazio sanitário é obrigatório e visa prevenção e controle de pragas, entre elas o Bicudo-do-algodoeiro (Anthonomus grandis), que podem afetar a produção e causar prejuízos econômicos. Mato Grosso é o maior produtor de algodão do país, responsável por 58% da produção.

A multa para quem descumprir o prazo de vazio sanitário é de 30 UPF-MT (Unidade Padrão Fiscal), acrescida de duas UPF-MT por hectare de lavoura, tiguera ou soqueira não eliminado.

Fonte: Da Assessoria

Comentários estão fechados
*