Você está lendo:
Vereador é preso ao usar máquina da prefeitura para fazer tanque de peixe
0

Vereador é preso ao usar máquina da prefeitura para fazer tanque de peixe

by newsmtoutubro 10, 2015

Um vereador e um secretário municipal da cidade de Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá, foram presos nesta sexta-feira (9) suspeitos de praticarem o crime de peculato. De acordo com a Polícia Civil, o vereador Geraldo Pizzatto (PMDB) foi flagrado usando uma máquina da prefeitura para construir um tanque de peixes em uma área rural particular, que pertence a Geraldo. O secretário de Obras José Carlos dos Santos também foi preso.

O G1 tentou, mas não conseguiu contato com a Prefeitura de Vila Rica ou com a Câmara Municipal para comentar o assunto. Uma denúncia levou a polícia a ir até a propriedade onde supostamente estaria ocorrendo o crime. Os policiais encontraram uma escavadeira hidráulica e um funcionário da prefeitura manuseando a máquina no local, escavando o solo para a construção do tanque.

“A máquina estava em plena atividade e prendemos o vereador no local. O secretário de Obras tinha acabado de sair do local e também o prendemos. Eles cometeram o crime de peculato, que praticamente é usar um bem público para uso particular”, disse o delegado do caso, Gutemberg de Lucena Almeida.

Vereador Geraldo Pizzatto (PMDB) foi preso em Vila Rica, Mato Grosso (Foto: Eldorado FM)

Geraldo e José Carlos foram levados para a delegacia onde prestaram esclarecimentos sobre o caso. “O secretário alegou que estava fazendo um trabalho de limpeza em propriedades e assentamentos. Já o vereador alegou que, como era morador, também tinha o direito. Mas isso não tem cabimento, pois a máquina é do município, o combustível e o servidor público também pertencem à prefeitura”, explicou o delegado.

O secretário e o vereador continuam presos neste sábado (10). Conforme a polícia, eles foram indiciados pelo crime de peculato – quando um servidor público usa o cargo que tem para se apropriar de bens públicos. A pena prevista, neste caso, é de dois a 12 anos de reclusão.

Fonte: Do G1

About The Author
newsmt