Você está lendo:
Vilceu Machetti, ex-prefeito e secretário, morto a tiros. Policia começou investigação
0

Vilceu Machetti, ex-prefeito e secretário, morto a tiros. Policia começou investigação

by newsmtjulho 8, 2014

O ex-prefeito de Primavera do Leste e ex-secretário estadual de Infraestura de Mato Grosso, no governo Blairo Maggi, Vilceu Machetti (60 anos) foi assassinado por prováveis assaltantes, em sua fazenda,localizada no município de Santo Antonio de Leverger- a 28 quilômetros da Capital. A vítima,segundo informações iniciais, levou dois tiros, ao reagir ao assalto.

As policiais Militar e Civil já acercaram a cidade. Marcheti estava envolvido nas investigações que apuram desvio de dinheiro na compra de tratores e equipamentos para estradas distribuídos pelo governo às prefeituras. O episódio ficou conhecido por “Escândalo dos Maquinários”, em 2009. Machetti comandou a Sinfra entre 2005 e 2010. Ele prefeito de Primavera do Leste no mandato de 2007 a 2000,tendo sido presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

De acordo com informações da Polícia Civil, Macheti recebeu os tiros na cabeça,o que pode abrir linhas de investigações na direção de “queima de arquivo”,já que Machetti rerspondia a processo por desvio de dinheiro. A Fazenda Marazul, na região de Capoeirinha fica a 100 quilômetros da cidade e em uma região onde os contatos por via de mídia (celular ou computadores) são muito difíceis.

O governo do Estado comunicou em nota o falecimento do ex-secretário e confirmou o assassinado a tiros no início desta noite (07), em uma fazenda na região do Pantanal, entre Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço.

Informações do secretário de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, são de que o corpo de Marchetti foi encontrado por um vizinho. Não há ainda indícios sobre as motivações do crime.

Precedentes

Na semana passada, o ex-secretário foi vítima de assalto na sua fazenda, o mesmo local do crime. Quatro hoemens, segundo a polícia,na época,levaram dois notebooks, máquina de fotografia e alguma quantia em dinheiro. Além disso,levaram uma picape S-10. Naquela ocasião, ele sua família foram tomados de reféns por várias horas. Um dia depois, a polícia localizou o carro.mas os bandidos não foram capturados.

O delegado de Santo Antonio de Leverger, Sidney Caetano, e policiais civis estão no local.O secretário de Segurança, Alexandre Bustamante, que designou a delegada Anaíde Barros, da DHPP, para o caso.

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?