Você está lendo:
APERTO DE CINTO: Mendes anuncia demissão de 500 e extinção de 9 secretarias
0

APERTO DE CINTO: Mendes anuncia demissão de 500 e extinção de 9 secretarias

by newsmtnovembro 21, 2014

Prefeito afirma que medida deve proporcionar economia de R$ 15 milhões ao Município

O prefeito Mauro Mendes (PSB) anunciou, na tarde desta quarta-feira (19), que demitirá 500 servidores comissionados e extinguirá 9 das 24 secretarias atuais.

Atualmente, o executivo municipal conta com 800 servidores.

De acordo com o chefe do Executivo Municipal, a medida visa reduzir gastos e ajustar as receitas e despesas, em decorrência do atual cenário econômico brasileiro.

“Se há uma diminuição da receita, temos que diminuir os gastos para honrar compromissos. Vamos ter que adaptar a máquina a uma nova realidade que vai proporcionar mais eficiência e rapidez”, disse.

“Se há uma diminuição da receita, temos que diminuir os gastos para honrar compromissos. Vamos ter que adaptar a máquina a uma nova realidade que vai proporcionar mais eficiência e rapidez”

A estimativa do prefeito é de que, a partir da medida, ocorra uma redução de R$ 15 milhões ao ano, sendo R$ 5 milhões relativos ao gasto com comissionados, R$ 5 milhões de custeio da máquina e mais R$ 5 milhões de outros gastos que não foram relatados.

“Essa redução no custeio da máquina, em R$ 15 milhões, virão do corte de cargos comissionados, secretarias, carros alugados, aluguéis de sedes de secretarias, custo com combustível, telefonia, e redução de contratos terceirizados que temos”, enumerou.

“É uma redução importante, porque ao reduzir na máquina administrativa, certamente irá sobrar dinheiro para investir na ponta, que são os serviços ao cidadão. Se não cortamos, vamos ter muita dificuldade de honrar compromissos internos e aí teríamos que cortar em programas importantes da cidade”, disse.

Novos secretários

A aprovação das medidas, no entanto, depende de aprovação da Câmara Municipal.

Durante coletiva à imprensa, Mendes afirmou que já apresentou a proposta aos vereadores e, apesar de questionamentos, a maioria teria se mostrado favorável à medida.

“Fiz uma apresentação aos vereadores, que fizeram questionamentos. Mas a maioria sinalizou positivamente, elogiaram e até ressaltaram a atitude corajosa que a prefeitura está tendo de fazer o enxugamento da máquina administrativa”, afirmou.

O projeto será encaminhado à Câmara Municipal até a próxima segunda-feira (24). Com a aprovação, Mendes começa a pensar no novo secretariado.

“Novos secretários só serão anunciados após encaminharmos o projeto à Câmara, para serem submetidas à análise e aprovação da Câmara. Apresentamos as mudanças aos vereadores e temos o compromisso deles de que rapidamente irão analisar. Assim que aprovado vamos discutir e implementar essas modificações”, afirmou.

“Os critérios na escolha dos novos secretários será o desempenho, oxigenação que toda gestão precisa e, sobretudo, esse novo cenário que a economia nos apresenta, que é muito mais desafiador e vai exigir muito mais de nós”, disse o prefeito.

As secretarias

O gabinete do prefeito, gabinete do vice-prefeito, secretarias de Comunicação, Governo e Assuntos Estratégicos (que fica em Brasília e atualmente não tem secretário) passarão a compor a Secretaria de Governo e Comunicação.

A Controladoria Geral passará a ser “casada” com a Ouvidoria Geral

O CuiabáPrev, a parte de aquisições e licitações passarão a ficar inseridas na Secretaria de Gestão.

A secretaria de Planejamento, o setor de convênios e Fazenda se somarão e passarão a ser Secretaria de Planejamento e Fazenda.

As secretarias de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Urbano serão fundidas. Desenvolvimento Econômico e Agricultura passarão a compor uma única estrutura.

Uma nova pasta também será criada, trata-se da Secretaria de Ordem Pública, que ficará responsável por apoio a Segurança, Trânsito e Transporte Urbano, além da Secretaria de Meio Ambiente e o Procon.

A secretaria de Esporte, Cidadania e Juventude será integrada as Secretarias de Cultura, Esporte e Turismo numa única pasta. Outra mudança significativa é a incorporação da Ouvidoria Geral a Controladoria Geral do Município.

A pasta de Cidades passará a ser a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária. Outra pasta criada é a do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU).

A Fundação Educacional de Cuiabá (Funec) será extinta. Ela era responsável pelo Cuiabá Vest.

As pastas que permanecem da mesma maneira são: Procuradoria Geral do Município, secretarias de Obras Públicas, Serviços Públicos, Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Educação e Saúde.

ISA SOUSA E DOUGLAS TRIELLI/Midia News

About The Author
newsmt

Tem algo a dizer sobre essa matéria?