Você está lendo:
Caravana do Soja Brasil estaciona em Nova Ubiratã pela 1ª vez e apresenta novidades para produtores
0

Caravana do Soja Brasil estaciona em Nova Ubiratã pela 1ª vez e apresenta novidades para produtores

by newsmtnovembro 26, 2015

Com 19 anos de emancipação política, Nova Ubiratã, a cerca de 500 quilômetros de Cuiabá é a segunda cidade a receber o Programa Soja Brasil realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Canal Rural e diversos outros parceiros em 2015. Falta de chuva e as pragas que começam a atacar a lavoura são as principais reclamações dos produtores rurais da região. Em busca de informações e conhecimento mais de 50 pessoas participaram das palestras e oficinas realizadas nesta terça (24) e quarta-feira (25).

Há menos de 30 dias na presidência do Sindicato Rural de Nova Ubiratã, o produtor Albino Castilho Ruiz enfatiza a importância dos assuntos discutidos durante o Soja Brasil que estaciona em Nova Ubiratã pela primeira vez.  Além do etanol de milho, a Caravana leva ainda oficinas sobre Manejo Integrado de Pragas (MIP), Tecnologia de aplicação de defensivos para o setor de máquinas e implementos agrícolas.

Vivendo há cerca de 30 anos na região, o presidente do Sindicato popularmente chamado de Bino, planta 4.300 hectares de soja e cria gado de leite. Na opinião dele os palestrantes da Caravana trouxeram informações e muito conhecimento. “Estes profissionais são especializados em assuntos que precisamos conhecer melhor”, disse.

Etanol de milho – Na noite de ontem (24), o conselheiro do Senar-MT, Glauber Silveira falou sobre o impacto do etanol de milho na renda do produtor.

Entusiasmado com o negócio, Silveira mostrou dados que revelam que a produção de etanol de milho é uma atividade bastante rentável para o produtor rural. Ele garante que é uma excelente oportunidade de negócios.

A segunda palestra da noite foi com o engenheiro de desenvolvimento e especialista de processos da Dedini Indústria de Base, Marcílio Gurgel. “Produza etanol e aumente seu lucro com a safra de milho” foi o tema abordado. Ele também explicou com detalhes como funciona uma usina flex compartilhada e a dedicada, que é um outro modelo. Assim como Silveira, Gurgel também acredita que o etanol de milho é um bom negócio.

Apesar de ainda ser novidades para alguns, o assunto chama a atenção e desperta a curiosidade daqueles que assistem as palestras. O empresário Alair Antonio Elgert além de participar do Soja Brasil em Vera, também esteve presente em Nova Ubiratã. O empresário avalio a produção de álcool de milho como um bom negócio. “As palestras nos trouxeram informações que mostra que o etanol de milho é aceitável e tem tecnologia aceitável para o nosso mercado”, enfatizou.

Diversos produtores que já estiveram em outros eventos sobre o etanol de milho fizeram questão participar das palestras em busca de mais informações. “Tenho vontade de investir neste setor, mas ainda estou na fase de pesquisa. Para mim, tanto a fala do Glauber Silveira, como a do Marcílio Gurgel trouxeram muitas novidades”, frisou o produtor de soja, Alberto Ribeiro da Silva.

Parceria  – A demanda por treinamentos do Senar-MT em Nova Ubiratã é bastante diversificada. Além da soja, a suinocultura e a bovinocultura de leite também são cadeias produtivas em pleno desenvolvimento na região.“Além disso, temos pelo menos cinco assentamentos em nosso município e, esses pequenos produtores também precisam de qualificação e capacitação e queremos atender todos”, conta o presidente Bino.

Segundo ele, a bovinocultura de leite é desenvolvida por pequenos produtores que ainda precisam muito de assistência técnica. “Vi uma apresentação do gerente de Educação Formal e Assistência Técnica, do Senar-MT, Armando Urenha e já sei quem pode nos ajudar com a assistência técnica. O Senar-MT é um dos nossos principais parceiros”, destaca o presidente.

O Senar-MT faz parte de um conjunto de entidades que formam o Sistema Famato, assim como a Federação, o Imea e os 89 sindicatos rurais do Estado.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA CARAVANA:

Novembro – Primeira Semana

Quarta-Feira – 25.11 – Ipiranga do Norte

Quinta-Feira – 26.11 – Tapurah

Sexta-Feira – 27.11 – Lucas do Rio Verde

Novembro/Dezembro ? Segunda Semana   

Segunda-feira- 30.11 – Nova Mutum

Terça-feira – 01.12 – Diamantino

Quarta-feira – 02.12 -Campo Novo do Parecis

Quinta-feira – 03.12 – Sapezal

Sexta-feira – 04.12 – Campos de Júlio

Janeiro 2016 – Primeira Semana

Segunda-feira – 11.01 – Porto Alegre Norte

Terça-feira – 12.01 – Querência

Quarta-feira – 13.01- Canarana

Quinta-feira – 14.01 – Água Boa

Sexta-feira  – 15.01 – Nova Xavantina

Janeiro 2016 – Segunda Semana

Segunda-feira -18.01 – Campo Verde

Terça-feira -19.01 – Primavera do Leste

Quarta-feira – 20.01 – Pedra Preta

Quinta-feira – 21.01 – Itiquira

Sexta-feira – 22.01 – Alto Araguaia

Fonte: Assessoria Gecom Senar-MT/Foto: Divulgação

About The Author
newsmt