Você está lendo:
Congresso debate fontes de energia e futuro do mercado em MT
0

Congresso debate fontes de energia e futuro do mercado em MT

by Radio Tangarásetembro 13, 2016

congresso-de-bioenergia

Cuiabá sedia nesta semana o 1º Congresso de Bionergia de Mato Grosso (BionergiaMT) juntamente com e 3º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central – Canacentro, com o objetivo de discutir soluções em energia limpa, renovável e sustentável. O evento, que reúne especialistas do setor bioenergético, produtores rurais, empresários, Governo do Estado e demais pessoas interessadas no assunto, foi aberto na segunda-feira (12.09), no Cenarium Rural. O congresso é promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

Sete temas formam a base do evento, distribuídos em palestras e painéis: biodiesel, geração de energia elétrica, etanol de milho, reflorestamento, setor sucronergético, políticas públicas e mercado.

Além de discutir a matriz energética, a intenção é despertar os olhares para as oportunidades de Mato Grosso para desenvolver a bioenergia. Nesse caso, o congresso apresentará soluções viáveis para potencializar os recursos naturais disponíveis no estado. “Tendo em vista as enormes produções de soja, milho, bovinocultura de corte, cana-de-açúcar e possibilidade de plantio de florestas nós acreditamos que temos um verdadeiro pré-sal de energia limpa e sustentável”, frisou Ricardo Arioli, coordenador do BioenergiaMT.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Tomczyk, pontuou o compromisso do governo em buscar melhores políticas para fomentar a transformação das matrizes de energia no estado.

De acordo com o Ministério das Minas e Energia, nos próximos 40 anos o mundo consumirá o dobro da energia atual, ou seja, dos atuais 17 trilhões de watts deverão ultrapassar os 30 trilhões de watts. Os dados foram apresentados pelo membro da Academia Internacional de Ciências e pesquisador da Embrapa Soja, Décio Gazzoni, durante a abertura congresso de Bioenergia.

Entre outros temas da programação será possível entender qual é o potencial de produção de biodiesel de Mato Grosso e de etanol de milho e de cana-de-açúcar. Também será discutido o uso de matéria prima gerada a partir de florestas plantadas para a produção de energia térmica e a possibilidade de produção de energia solar. “A intenção é buscarmos políticas públicas e programas para implantarmos tudo isso e no futuro termos uma matriz energética mais sustentável, mais limpa e mais barata. Isto certamente vai atrair investimentos para o estado”, acrescentou o coordenador do evento.

Programação

13/09 – terça-feira

16h – Painel Opções de Geração de Energia Elétrica em Mato Grosso: desafios e oportunidades Turbina Aeroderivada com Etanol – Ricardo Perez Botelho, presidente do Grupo Energisa Biogás – Eng.º Jorge Lucas Júnior, Departamento de Engenharia Rural UNESP Energia Solar – Raquel Moussalem Apolônio – Centro SEBRAE de Sustentabilidade Debate Painel

14/09 – quarta-feira

8h – Oportunidades de Negócios com Reflorestamento Políticas para Reflorestamento (PSS) – Fausto Takizawa, Secretário Geral da Arefloresta Oportunidade da Geração Distribuída – Janderson Botelho da Fonseca, engenheiro eletricista Debate Moderador: Marcilio Caron – Diretor Executivo da Ibá

09h45 – Coffee Break

10h – Painel Etanol de Milho O Cluster de Etanol de Milho em MT – Daniel Latorraca Ferreira, superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) DDG de alta proteína e possibilidades de agregação de valor com subprodutos – Rafael Abud, Fiagril Summit Agrisolutions Uso do DDG na Alimentação Animal – Dr. Lainer Leite, Nutripura Debate Moderador: Glauber Silveira – Presidente Câmara Setorial da Soja – MAPA

11h40 – Painel Políticas do Governo de Mato Grosso para a Bioenergia: Ricardo Tomczyk, Sedec, Secretário da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec)

Debatedores: Rui Prado, presidente do Sistema Famato/Senar Endrigo Dalcin – presidente da Aprosoja-MT Piero Parini – presidente do Sindálcool (MT) Glauber Silveira – presidente da Arefloresta Rodrigo Guerra – presidente do SindiBio MT

13h30 – Encerramento

Local: Cenarium Rural – Centro Político Administrativo/ Cuiabá

About The Author
Radio Tangará