Menu
Seções
Corpo de Bombeiros libera Mané Garrincha
agosto 1, 2014 Esportes

O Estádio Municipal estava interditado desde o final de janeiro de 2013

Luciana Menoli com Asis Wébio/Rádio Tangará

O secretário de Esportes do município, Fábio Laurito, o Dunga, enviou mensagem na manhã desta terça-feira (29)  com o auto de liberação do Corpo de Bombeiros para o Estádio Municipal Mané Garrincha, em Tangará da Serra. A notícia foi veiculada em primeira mão no programa ‘A Hora do Povo’, pelo repórter Asis Wébio, que recebeu a mensagem.

Conforme também noticiado durante o programa, a reabertura do Mané Garrincha deve acontecer no dia 09 de agosto, juntamento com a abertura dos Jogos Escolares Estaduais, que serão sediados por Tangará no próximo mês. O time mais antigo do município, o Litrão, deve fazer uma partida na solenidade de reabertura, que acontece exatamente um ano e maio depois do embargo do estádio pelo Corpo de Bombeiros, por conta da falta de equipamentos de segurança, principalmente o sistema de para-raios.

A NOVELA – Mais de um ano e meio depois, a novela da reabertura do Estádio Municipal Mané Garrincha, em Tangará da Serra, tem um final feliz . Conforme salientou o secretário de Esportes do município, Dunga, o local será reaberto oficialmente em 09 de agosto, um sábado, juntamente com a abertura dos Jogos Escolares Estaduais.

O Mané Garrincha foi lacrado pelo Corpo de Bombeiros em janeiro de 2013, às vésperas de sediar uma partida da Copa do Brasil de Futebol Feminino entre Serra e Vasco. A partida aconteceu em Cuiabá e o Serra perdeu. O embargo ocorreu por conta da falta de sistema de para-raios, além de outros itens de segurança, exigidos pelo Corpo de Bombeiros com vistas à legislação específica.

Poucos dias antes, no final de 2012, dois amigos que disputavam uma partida de futebol no Campo do Vasco haviam sido atingidos por um raio, o que os levou á morte instantânea. O fato e a intensidade e quantidade de descargas elétricas no estado e na região levaram o Corpo de Bombeiros a vistoriar diversas localidades esportivas que continham grande presença de público. Desta forma, sem contar o sistema, o Mané Garrincha foi embargado.

À época, a Secretaria Municipal de Esportes não tinha secretário de fato. Ocupava o cargo interinamente Júnior Pimenta, que acumulava o cargo de secretário de Educação. Logo depois, Charles Laurini assumiu, mas, sem autonomia em sua gestão frente à Semel, também não conseguiu a reabertura do estádio.

Depois, José Bernardino assume a pasta e não consegue colocar a casa em ordem. Em setembro, chega a salientar que a licitação estava em andamento e deu prazo de 60 dias a conclusão das obras de segurança; ou seja, terminariam em novembro de 2013, o que, obviamente, não aconteceu.

No início de fevereiro deste ano, mais de um ano depois do embargo, o Corpo de Bombeiros fez nova vistoria no Estádio Municipal e atentou para novos equipamentos de segurança, ficando o estádio ainda lacrado.

Após a saída de Fábio Martins Junqueira do poder, com a assunção de Zé Pequeno, o professor Fábio Laurito assume a Semel e, finalmente, o Mané Garrincha será entregue à população tangaraense.

Na semana passada, Dunga cedeu entrevista exclusiva ao programa A Hora do Povo e salientou que a obra está em fase final de preparação. Esta semana, segundo ele, será terminada a pintura, bem como os cuidados com o gramado e a retirada de mato do entorno.

O secretário anunciou ainda, em primeira mão, que o Mané Garrincha será oficialmente reaberto no dia 09 de agosto, por conta da abertura dos Jogos Escolares Estaduais, mas que esta semana as equipes já poderão utilizar o estádio para seus treinos.

OUTRAS AÇÕES DA SEMEL – A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer tem projetadas diversas ações ainda este ano, com campeonatos regionais e estaduais sendo sediados por Tangará da Serra.  Além dos campeonatos, as oficinas esportivas e o Pelc devem finalmente sair do papel.

As academias na área central de Tangará custarão cerca de R$ 40 mil ao município e serão implantadas com recursos próprios.

Dunga já anunciou que fará o cercamento do campo da Vila Olímpica, com alambrado, nos próximos meses, bem como implantará três academias da terceira idade. Na Praça dos Pioneiros, a implantação já foi concretizada, contudo falta ainda a inauguração oficial da obra. Faltam agora as academias ao ar livre da Praça da Prefeitura antiga e do Distrito de Progresso. Os equipamentos das academias estavam ‘estocados’ no Módulo Esportivo e na Vila Olímpica há mais de um ano, sem previsão para serem instalados, o que foi colocado em prática logo que o novo secretário tomou posse, há pouco mais de um mês. A implantação das ATIs na Praça dos Pioneiros e na da Prefeitura antiga custará aos cofres públicos municipais pouco mais de R$ 40 mil.

Luciana Menoli com Asis Wébio/Rádio Tangará

Deixe uma resposta
*