Você está lendo:
Delegados da PJC apresentam demandas ao governador
0

Delegados da PJC apresentam demandas ao governador

by Radio Tangaránovembro 25, 2016

db9f6715a8fb3b8e8606ed31ec4e40bde2c9378ad395e9e17f5171b1

Dando continuidade ao ciclo de reuniões com as categorias de servidores da segurança pública, o governador Pedro Taques recebeu nesta quinta-feira (24.11) o Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso (Sindepo-MT). No encontro, realizado no Palácio Paiaguás, foram apresentadas as demandas da categoria.

Escrivães e investigadores da Polícia Judiciária Civil (PJC) são as categorias que já passaram pelo Palácio Paiaguás e apresentaram as demandas ao secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que também recebeu os delegados.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, presente no encontro, o ciclo de reuniões mostra a proximidade do governador com as categorias e “a capacidade do Governo do Estado de receber e ouvir as categorias, de valorizar os profissionais, em especial os de segurança”, frisou.

No encontro com os delegados, as principais demandas apresentadas foram: realização de concurso público para contratação de mais profissionais e compensação financeira aos delegados que trabalham com acúmulo de unidades, ou seja, que atendem delegacias de outros municípios. “Existem delegados que trabalham em mais de duas unidades e até mesmo em unidades muito distantes”, relatou o presidente do Sindepo, Wagner Bassi Junior.

Sensível às causas da Segurança Pública, Pedro Taques se comprometeu em avaliar as demandas apresentadas, mas lembrou a todos a crise econômica e financeira pela qual passa o Estado. Taques explicou que o Governo vem juntando forças para superar a crise e não deixar Mato Grosso chegar à mesma situação de estados como Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Diferentes medidas de economia e redução de custeio das unidades foram adotadas pela administração estadual para recuperar o equilíbrio financeiro das contas estaduais, priorizando a folha de pagamento dos servidores públicos. Paralelamente, o Estado tem cobrado da União a regularização dos repasses federais.

Para analisar os pedidos da categoria dos delegados da PJC, foi criado um grupo de trabalho composto por representantes do Sindepo, da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e da Casa Civil. O objetivo é, a partir de um trabalho conjunto, encontrar soluções e analisar em que momento essas soluções poderiam ser aplicadas.

“A reunião foi muito positiva”, avaliou diretor geral da PJC, Rogério Modelli, acrescentando que o encontro foi importante para sensibilizar o governador e traçar um caminho. “Vamos discutir no grupo de trabalho essa situação e como podemos resolver da melhor forma”, completou.

About The Author
Radio Tangará