Menu
Seções
Dilma é vaiada ao entregar taça da Copa para alemão
julho 14, 2014 Destaques

SÃO PAULO, SP – A presidente Dilma Rousseff foi vaiada pelo público do estádio Maracanã, no Rio, quando entregava a taça da Copa do Mundo para Philipp Lahm, capitão da seleção da Alemanha. A equipe alemã venceu a Argentina por um a zero e se tornou tetracampeã mundial de futebol na noite deste domingo (13). As vaias começaram quando Dilma recebeu a taça de Joseph Blatter, presidente da Fifa. Em seguida, ela entregou o troféu rapidamente para Lahn, que foi comemorar com os companheiros em um palco. Vaias também foram ouvidas quando a presidente apareceu no telão do Maracanã cumprimentando o técnico argentino Alejandro Sabella. Apesar do sinal de reprovação, as vaias foram menores do que as recebidas pela presidente em São Paulo na abertura da Copa –quando, segundo Dilma, o público do estádio Itaquerão era formado pela “elite branca”. XINGAMENTOS Aos 18 min do segundo tempo, a presidente Dilma Rousseff ouviu o primeiro grito de xingamento contra ela na final da Copa entre Argentina e Alemanha, no Maracanã. Tímido e sem tomar conta do estádio, o coro repetiu a frase dita na abertura da Copa. “Ei, Dilma, vai tomar no c…”, gritou uma parcela dos torcedores no estádio. O xingamento foi abafado rapidamente com uma vaia. A presidente sequer havia aparecido no telão. Ela está sentada na tribuna de honra entre a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Fifa, Joseph Blatter. Dilma não assistiu a festa de encerramento da Copa, que aconteceu às 14h20. Ao contrário da presidente brasileira, outros chefes de Estado, como a alemã Angela Merkel e o russo Vladimir Putin, viram o show. A presidente entrou na tribuna de honra momentos antes da partida iniciar. No intervalo, deixou seu assento e entrou no local reservado aos chefes de Estado e à cúpula da Fifa. Dilma não viu as primeiras jogadas do segundo tempo. Ela só voltou para sua cadeira aos 3min da etapa final, com um casaco preto.

Deixe uma resposta
*