Você está lendo:
"Maestro" do Timão, Renato Augusto espera convocação: "Me vejo perto"
0

"Maestro" do Timão, Renato Augusto espera convocação: "Me vejo perto"

by newsmtsetembro 15, 2015

Jogador afirma não estar ansioso para entrar na lista do técnico Dunga na próxima quinta-feira, porém, diz estar com a cabeça preparada para agarrar a chance

Na próxima quinta-feira, a partir das 11h, na sede da CBF, na zona oeste do Rio de Janeiro, o técnico Dunga convoca os 23 jogadores que irão enfrentar Chile e Venezuela nos dois primeiros jogos do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. E entre os que esperam ansiosos pela lista do treinador está o meia Renato Augusto, do Corinthians.

Um dos pilares do time de Tite e “maestro” da equipe ao lado de Jadson, o camisa 8 revelou que as boas atuações pelo Timão o deixam mais próximo de voltar à Seleção após quatro anos, porém, ao contrário das primeiras vezes, espera guardar lugar definitivamente entre os preferidos da comissão técnica.

Renato Augusto no "Bem, Amigos!" (Foto: Marcos Guerra)Renato Augusto vê a convocação para Seleção cada vez mais perto (Foto: Marcos Guerra)

–  Hoje, eu me vejo perto. Não sei se mereço ou se vou (ser convocado), até porque na seleção brasileira, principalmente do meio para frente, tem um leque muito grande de opções. Acho que tenho que estar preparado para, quando surgir a oportunidade, conseguir agarrar. Estive com o Mano Menezes (técnico da seleção de 2010 até 2012) três vezes e depois não fui mais convocado. Então, a minha cabeça está em voltar a ser convocado e ficar – comentou o jogador no Bem, Amigos!.

Apesar de viver um bom momento no Corinthians no Campeonato Brasileiro 2015, ajudando o time a ficar na liderança da competição com 54 pontos (cinco a mais que o vice-colocado Atlético-MG), Renato Augusto comemora também o fato de conseguir manter uma sequência de jogos, sem as lesões que o acompanharam por toda a carreira. Mesmo que as boas atuações na equipe façam o torcedor corintiano fazer coro pela convocação, o jogador prefere manter a calma.

– Não é ansioso, confio muito no meu trabalho. Vivo momento bom e, se chegar a hora de ser convocado, vou estar pronto. Se o Dunga achar que não é a hora, vou continuar trabalhando e vou ter outra oportunidade – disse.

Entre os concorrentes que disputarão uma vaga na seleção brasileira, estão nomes de peso no cenário mundial e outras apostas, como o santista Lucas Lima. Na última convocação de Dunga, para os amistosos contra Costa Rica e Estados Unidos no início de setembro, o técnico chamou Oscar (Chelsea), Douglas Costa (Bayern de Munique), Willian (Chelsea) e Kaká (Orlando City).

Fonte: Do Globo esporte

About The Author
newsmt