Você está lendo:
Nova Ubiratã Decreta Situação de Emergência em áreas afetadas pela falta de chuvas
0

Nova Ubiratã Decreta Situação de Emergência em áreas afetadas pela falta de chuvas

by newsmtmarço 7, 2016

O Prefeito de Nova Ubiratã, Valdenir José dos Santos, assinou nesta sexta-feira (04) o Decreto de Lei Municipal nº 17/2016, declarando situação de emergência nas áreas afetas pela estiagem.

O decreto se fez “necessário devido a anormalidade decorrente da irregularidade significativa, na distribuição temporal e espacial de chuvas no território do município, o que deve afetar diretamente a economia local”, diz trecho do documento.

Ainda de acordo com o Poder Público, a estiagem trouxe percas em diferentes regiões do município, causando prejuízos aos grandes e pequenos produtores rurais, assim como para o município que tem na agricultura uma de suas principais fontes de receita.

A decisão foi tomada depois que a Secretaria Municipal de Agricultura, e os sindicatos dos trabalhadores e produtores rurais de Nova Ubiratã, apresentaram um laudo confirmando as percas em várias propriedades rurais.

“Nós iniciamos um trabalho de levantamento a cerca de três meses, depois que vários produtores nos procuraram relatando o problema”, explicou o Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Sandro Amaral.

Segundo Ivani Rodrigues, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, de Nova Ubiratã, entre as provas coletadas junto aos produtores estão os laudos expedidos por Engenheiros Agrônomos, depoimentos dos produtores e registro de imagens que comprovam a baixa produção das lavouras.

“Os pequenos produtores não querem deixar de pagar ninguém, o que queremos é um prazo maior para honrar nossos compromissos com as instituições financeiras e os fornecedores de uma forma em geral”, demonstrando preocupação disse Ivani.

Levantamentos feitos pelo Poder Executivo, apontam uma possível recessão econômica, já no segundo semestre desse ano.

“A situação é bem delicada, hoje nosso carro chefe é a agricultura, se o homem do campo produz bem o município vai bem, mas se o homem do campo produz mal o reflexo é quase que instantâneo no comércio local. Nossa expectativa é que com o decreto os produtores tenham mais prazos para honrarem seus compromissos e em contrapartida continuem gerando emprego e renda para a população”, ponderou o Prefeito Municipal, Valdenir José dos Santos.

O Decreto de Situação de Emergência tem vigência de 90 dias, podendo ainda ser prorrogado por igual período se caso necessário.

Mega produtor  – Com uma extensão territorial de 1.270 mil hectares, destes 408 mil de lavoura, Nova Ubiratã conquistou recentemente o posto de 4º maior produtor de grãos de Mato Grosso, e assim como as cidades de Sorriso, Ipiranga do Norte, Vera e Feliz Natal, que já tinham decretado situação de emergência, também amarga grandes prejuízos ocasionadas pelo stress hidrico.

Fonte: Da Assessoria de Imprensa

About The Author
newsmt