Você está lendo:
Preso último integrante do bando que matou empresário em Sinop
0

Preso último integrante do bando que matou empresário em Sinop

by newsmtjulho 12, 2015

MPE já ofereceu denúncia contra outros quatro acusados

Um rapaz de 18 anos de idade, acusado de integrar a quadrilha que sequestrou e matou o empresário Paulo Yugi Terão, de 46 anos, no dia 12 de junho, na cidade de Sinop, foi preso pela Polícia Judiciária Civil.

Terão foi rendido quando chegava com sua caminhonete em casa. Os assaltantes levaram o empresário com o veículo e, depois de matá-lo, jogaram o corpo às margens da BR-163, próximo à cidade de Sorriso (a 80 km de Sinop).

A prisão de Altemir Tavares da Silva, conhecido pelo apelido de “Mosquito”, foi realizada na manhã deste sábado (11), por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos.

O suspeito foi preso após as investigações confirmaram o seu envolvimento no crime. Segundo a polícia, ele estava presente no momento em que o corpo do empresário teria sido arremessado da ponte.

O delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Marcelo Carvalho, representou junto ao Judiciário, pela prisão temporária de Altemir.

Segundo o delegado, o suspeito coautor do crime de latrocínio será interrogado e em seguida recolhido à prisão.

O mandado de prisão temporária terá duração de 30 dias (por se tratar de crime hediondo) e foi concedido pela Juíza Rosângela Zacarkim Santos (com deferimento do Ministério Público) para que a Polícia Civil possa levantar as provas necessárias para esclarecer em definitivo o delito, evitando-se possível fuga.

Denúncia do MPE

Nesta semana, o Ministério Público do Estado ofereceu denúncia contra outros quatro acusados de sequestrar e matar o empresário Paulo Yugi Terão.

De acordo com o delegado Marcelo Carvalho, eles foram denunciados por roubo seguido de morte (latrocínio) e formação de quadrilha.

A quadrilha foi presa em Nova Mutum (267 km ao Norte da Capital), cinco dias após o crime.

O caso

O empresário Paulo Terão, do ramo de venda de lubrificantes, foi rendido na porta de casa,na noite do dia 12 de junho.

Seu corpo foi encontrado na madrugada de sábado (13), às margens Rio Teles Pires, na BR-163, no município de Sorriso.

Conforme a Polícia, o alerta foi dado por um caminhoneiro, que viu os criminosos parando a caminhonete na rodovia e jogando o corpo do empresário próximo a uma ponte.

O corpo da vítima não apresentava marcas de tiros, mas havia sinais de espancamento e um ferimento na cabeça.

A caminhonete de Terão foi encontrada perto do município de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte da Capital).

A quadrilha

Os criminosos foram identificados como Douglas Fernando Pereira Mairese, de 23 anos, Jeferson Lana, 26, Anderson Alves da Silva, 33, Eriky Ernandes Luiz Silva, 25 anos.

Uma mulher também foi presa acusada de participar do crime, mas ela não teve o nome divulgado.

De acordo a Polícia, Eriky foi quem abordou o empresário Terão e dirigiu o veículo roubado, mantendo a vítima ao seu lado.

Jeferson também atuou na abordagem à vítima. Já Douglas e Anderson deram apoio logístico para assalto, oferecendo rota de fuga.

Fonte: Do Mídia News
About The Author
newsmt