Menu
Seções
Safra de milho pode ser a 2ª maior em MT com 20 milhões de toneladas
junho 9, 2015 Destaques

Mato Grosso pode ter a segunda maior safra de milho, caso a produção do cereal para a safra 2014/15 se confirme em 20,33 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados pela 4ª Estimativa da Safra de Milho 2014/15 divulgada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) nesta segunda-feira (8). O volume estimado é 14,7% maior que o volume produzido na safra 2013/14 e fica atrás apenas da safra 2012/13, quando foram colhidas 22,5 milhões de toneladas do grão no Estado.

O crescimento da produção se deve à maior produtividade e área cultivada nesta safra, causado principalmente pelas condições climáticas favoráveis em Mato Grosso durante os meses de abril e maio, de acordo com o Imea. A produtividade deve passar de 100 para 103,36 sacas por hectare.

“Na  comparação  com  a  safra 13/14, o  aumento  é  de  11,71  sacas por hectare, apesar  dos menores gastos  com defensivos nessa safra, devido às incertezas quanto ao clima e também ao atraso na semeadura, as boas chuvas pesaram positivamente para a boa eficiência das lavouras do Estado”, informa o levantamento.

A área total também foi revista para cima e pode chegar a 3,28 milhões de hectares, o que é 10,55% maior que a 3ª estimativa de safra e 1,76% maior que a área cultivada com o cereal na safra 2013/14 no Estado.

A estimativa do Imea aponta ainda que duas regiões do Estado se destacam pelo aumento na produção em relação à safra 2013/14. Na região Médio-Norte, é esperado aumento de 21,88%, o que significa mais 1,7 milhões de toneladas, totalizando em 9,45 milhões de toneladas para a região na safra 2014/15. O motivo é o aumento na produtividade, que passou de 85,8 sacas por hectare para 105 sacas por hectare.

Já na região Oeste, é esperada uma produção de 2,52 milhões de toneladas, o que é 10,53% maior que o volume produzido na safra anterior. Nesta região, a produtividade passou de 95,6 sacas por hectare na safra 13/14 para 105 sacas por hectare na safra atual.

Fonte: G1MT

Deixe uma resposta
*