Você está lendo:
Sejudh inaugura mais uma obra na penitenciária Mata Grande:
0

Sejudh inaugura mais uma obra na penitenciária Mata Grande:

by Radio Tangarájunho 9, 2016
Até agora, mais de 70 obras já foram realizadas em todos os setores da unidade.

mata-grande

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), em parceria com a Associação de Servidores da Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, a Mata Grande, localizada em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) entregou mais uma obra de infraestrutura executada na unidade. Ao todo, a penitenciária já recebeu mais de 70 obras.

A solenidade de inauguração dos novos espaços ocorreu na tarde desta quarta-feira (08.06). O prédio que abriga o setor administrativo recebeu novas salas de direção, setor de inteligência, de atendimento jurídico, copa e banheiro.

“O espaço que antes era um lugar insalubre, cheio de infiltrações, mofo e divisórias improvisadas, deu lugar a um espaço cuidadosamente planejado para criar um ambiente organizado, bonito e funcional, assegurando aos profissionais que ali laboram autoestima e segurança no desenvolvimento de suas atividades diárias”, conta o diretor da Mata Grande, Aílton Ferreira Santana. A reforma possibilitará receber advogados, familiares dos recuperandos, representantes de entidades de diversos segmentos da sociedade com o mínimo de conforto.

De acordo com a direção da unidade, outro espaço concluído foi o isolamento, que contém 22 celas destinadas as sanções e feitos disciplinares, que passaram por reconstrução de toda parte elétrica e hidráulica, com instalação de chuveiros e vasos sanitários, construção de camas de concreto armado e instalação de novos colchões. “Estamos respeitando assim os direitos do recuperando e a dignidade humana, preceitos garantidos em tratados e leis nacionais e internacionais, os quais norteiam as Políticas Públicas do Sistema Penitenciário Brasileiro e do estado de Mato Grosso”, ressalta a pedagoga Creuza Ribeiro.

As mais de 70 obras realizadas em todos os setores da unidade, trouxeram qualidade de vida, melhorias na saúde física e mental dos recuperandos, familiares e servidores.

Todas as etapas das reformas foram executadas por recuperandos. “Os moveis foram planejados e fabricados na marcenaria da unidade, mostrando que a mão de obra destes detentos é utilizada como parte do processo de ressocialização”, destaca o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Fernando Lopes. O gestor lembra que a parceria de órgãos do Judiciário e do Ministério Público são essenciais para o sucesso de ações como esta. “Estes parceiros sempre entram nestes projetos com importantes contribuições, acionando a população via Conselho da Comunidade, envolvendo o maior número de pessoas nestas atividades, a fim de atingir o nobre objetivo de devolver estes homens à sociedade recuperados”.

A direção da unidade evidencia que esta forma de gestão, focada no ser humano, nos princípios da ressocialização, é uma premissa da Sejudh. A dedicação dos servidores possibilita grandes feitos estruturais e humanos na Penitenciária de Mata Grande.

Além dos servidores penitenciários, estiveram presentes na solenidade uma orientadora da escola Estadual Nova Chance, a diretora da cadeia Pública Feminina de Rondonópolis, Silvana Silvana Leite Lopes e a juíza da Vara de Execução Penal do município, Tatyana Borges.

About The Author
Radio Tangará